domingo, 7 de setembro de 2008

"Deixa a vida me levar"

"Eu já passei
Por quase tudo nessa vida
Em matéria de guarida
Espero ainda a minha vez
Confesso que sou de origem pobre
Mas meu coração é nobre
Foi assim que Deus me fez...
E deixa a vida me levar
(Vida leva eu!)
Deixa a vida me levar
(Vida leva eu!)
Deixa a vida me levar
(Vida leva eu!)
Sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu...
Só posso levantar as mãos pro céu
Agradecer e ser fiel
Ao destino que Deus me deu
Se não tenho tudo que preciso
Com o que tenho, vivo
De mansinho lá vou eu...
Se a coisa não sai do jeito que eu quero
Também não me desespero
O negócio é deixar rolar
E aos trancos e barrancos lá vou eu!
E sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu..."

Letra e melodia que traduzem alegria, fé, otimismo, enfim, o espírito do brasileiro. O refrão é conhecidíssimo de todos e tenho certeza de que muita gente já o cantou ou falou em tom de brincadeira diante de alguma situação sobre a qual não havia o que fazer.
Gravada em 2.002 pelo sambista Zeca Pagodinho, no disco que levou o mesmo título da música, "Deixa a vida me levar" se tornou o hino da seleção brasileira de futebol na conquista do pentacampeonato no mesmo ano em que foi lançada, demonstrando a identificação do clima de alegria e de festa com a música. Quem tem mania de reclamar de tudo deveria ouvir bastante esses versos cantados por Zeca e perceber que apesar dos pesares o segredo é "levantar as mãos pro céu, agradecer" a Deus pelo presente que é a vida. E como diz uma outra música de que gosto muito: "...somos nós que fazemos a vida, como der ou puder ou quiser..."
Além de estar na boca do povo, "Deixa a vida me levar", conquistou o Grammy Latino em 2.003 e o Prêmio Tim em 2.004 como melhor samba.
Apesar de essa música combinar com a imagem do cantor que a gravou, Zeca Pagodinho, não é ele o compositor. Serginho Meriti, é esse o dono desse samba que conquistou o Brasil. Eu disse "dono", mas, na verdade, não trata-se disso. Como disse-me certa vez um grande amigo meu, a música não é uma propriedade como um pedaço de terra, por exemplo, ela não tem fronteiras e é de todos os que com ela se identificam e eu acho que a beleza está exatamente nisto: em todos se sentirem um pouquinho donos daqueles versos, de todos sentirem que aquela música é deles. Agora falemos sobre o grande criador de "Deixa a vida me levar":

SERGINHO MERITI

Sérgio Roberto Serafim, seu nome de nascimento. Filho de Felisbino Antônio Serafim, um gaúcho dos pampas, violonista e boêmio já falecido- e de dona Nair Antônio de Oliveira 80 anos, cantora soprano e compositora de hinos para a Assembléia de Deus - Sérginho Meriti nasceu em Madureira, mas foi criado em São João do Meriti, daí o apelido que mais tarde o consagraria. Com pais músicos, o DNA musical certamente falou mais alto e aos 27 anos, em 1.986, Serginho entrou em estúdio pela primeira vez ao lado de Neguinho da Beija-flor, Dicró, entre outros, para gravar seu primeiro sucesso: "Balanço do Mar", em parceria com Carlinhos PQD, pela extinta Tape Car.
Sempre apaixonado por MPB, fundou, junto com Jorge Ben Jor, o conjunto Copa 7 e os Devaneios, nos anos 70, e o Movimento Swing, cujas primeiras sementes foram lançadas por Wilson Simonal, na década de 60. A aceitação foi tão boa que resultou em dois LPs com o título Som Copa 7 nº 1 e nº 2.
Mas o salto para a fama se deu através do seu padrinho musical, Roberto Menescal, que o levou para a gravadora multinacional, Poligram, em 1989. Daí em diante ele não parou mais.
São 376 composições gravadas por nomes como Zeca Pagodinho, Alcione, Almir Guineto, Arlindo Cruz, Alcir Marques, Bandeira Brasil, Toninho Geraes, Martinho da Vila, Cidade Negra, Belo, Exalta Samba e Evandro Mesquita (ex-Blitz) entre outros. Algumas de suas composições entraram para a história da música brasileira, como "Quando Eu Cantar" (que ficou conhecida como "Iáiá Iáiá") gravada por Zeca Pacodinho e "Negra Ângela", na voz de Neguinho da Beija-Flor. Em 2.003 e 2.004, como já citado acima, ganhou o GRammy Latino e o Prêmio tim, respectivamente, com a canção "Deixa a Vida me Levar". Só para se ter uma idéia do valor desse prêmio, Serginho Meriti foi às finais com dois monstros sagrados da nossa música: Milton Nascimento e João Bosco.
O compositor entrou em estúdio mais uma vez para gravar, pela Astral Music, sua nova casa o CD "Luz do Nosso Povo",produção de Cláudio Guimarães. Neste novo trabalho, estão antigos sucessos revisitados por Serginho Meriti, além de músicas inéditas como a que dá título ao CD.

Gostaram? Eu amei falar sobre essa música que eu adoro!
A biografia e outros dados sobre Serginho Meriti e sobre a música "Deixa a vida me levar" foram retirados dos sites: http://www.astralmusic.com.br/serginhomeriti.html e http://www.zecapagodinho.com.br/portugues/discografia/

Então, galera, o que eu tenho a dizer é que curtam essa vida porque ela é linda demais! Ah, quero dedicar a música de hoje a uma pessoa p'ra lá de especial na minha vida: minha prima, quase irmã, Naná!

Beijos a todos!

8 comentários:

Anônimo disse...

Como bem comentado pela Caroiomara, essa cançaõ transmite um pedaço daquilo que é o povo brasileiro.Contudo, creio que o mais importante na vida é ser feliz e agradecido por tudo aquilo que Deus dá. Esse sim é o segredo da verdadeira felicidade!

Anônimo disse...

Oi Carol...ao expor um tópico numa comunidade do orkut, cheguei ao seu blog..mt interressante o tema. Adorei!!! Eu trabalho com o compositor Carlos Colla e estamos divulgando o show que ele vai fazer, em comemoração aos "50 anos de Música" no Vivo Rio, dia 24 de Setembro as 21:30h. Já que vc curte musica e seus autores,certamente conhece esse grande compositor. Então nos ajude a divulgar...que tal? :)
Carlos Colla tem 44 musicas gravadas por Roberto Carlos e inumeros sucessos na voz de outros grandes interpretes como Alcione, Zeze di Camargo e Luciano, Wanessa Camargo, Daniel, Leonardo, Sandra de Sá, Elymar Santos, Tania Mara, EMilio Santiago, Bruno e Marrone, Chitaozinho e Xororo, Fafa de Belem, Joanna e muitos outros.
São mais de 100 sucessos gravados e 2000 composicoes.

Mais uma vez...Parabens pelo blog.

beijos

Anônimo disse...

Muito massa a musica...

Boa escolha da música

Anônimo disse...

Owwww Carol, tudo joia!?
Tou bem sim, as meninas tb rss
Nossaaa, a musica q vc ta apresentando eh mesmo q tou ouvindo hahahahahaha
Ao voltar pro Japao, eu vi CD(Sidade do Samba)na loja e comprei.
e achei q Deixa a vida....ta em CD.
Ouvindo, quando tenho tempo.
mas nao tem informacao de cantores, pois sua explicacao eh boa pra mim conhecer musica brasileria. Ainda nao sei historia
e mudanca de musica brasileira cada epoca.
Vou esperar pela proxima musica encantada.
Tchau!!

Anônimo disse...

Carolll!
BrigadãoOo pela musica dedicada a mim!Mas também essa musica vai ficar guardada né?!!Coisas que só a gente intende! Coisas de gente doida!HahHahAha
Sabe que eu não tinha parado pra prestar atenção na letra toda dessa musica?!!muito bacana!A nossa cara mesmo!
beijooo carol!!! E parabens pelo flog + uma vez!

Anônimo disse...

Nossa, essa música é realmente ótima!!!
essa música é pra as pessoa que reclamam e reclamam, mas no funto sabe que deve agradecer por tudo,e curtir a vida.
Ótima escolha!!!!!

Unknown disse...

Olá Carol,
Adorei seu Blog, estamos fazendo um Blog, com os alunos da Escola SENTRINHO, e nas nossas pesquisas encontramos muitas informações importantes aqui, queremos mesmo saber os compositores de músicas que gostamos muito, e acabam sendo esquecidos, lembramos sempre dos cantores. Podemos citar o seu BLOG?
Desde já agradecemos.
Ilza Medeiros e alunos do Sentrinho

Unknown disse...

Oi Carol , parabéns pela matéria, também escrevo algumas canções, gostaria de saber sua opinião sobre minhas letras , como faço? Pode me ajudar? Forte abraço.